O Jogo da Outra Metade


Existe um pequeno jogo que não é bem conhecido, e que alguns adolescentes da minha cidade jogam naquelas festas de pijama de tempo em tempo; é um jogo que te permite ver a outra metade de si mesmo. Aquela outra metade que você sempre quis que não existisse e que tem medo de se lembrar. Ele é apelidado de "O Jogo da Outra Metade", Recomenda-se que você não jogue este jogo com pessoas ao seu lado. Você deve fazê-lo sozinho, em um quarto. Estes são os materiais que você vai precisar.

  • Uma vela;
  • Um fósforo;
  • Um pedaço de papel;
  • Uma caneta ou lápis;
  • Qualquer objeto que fale sobre você.

COMO JOGAR:

  1. Certifique-se de que o quarto onde realizará o ritual está totalmente escuro e possuiu um espelho que tenha uma mesa por baixo. Escreva seu nome completo no papel. Primeiro o nome do meio (se tiver) e em seguida, o último. Depois de ter feito isso, coloque na mesa o objeto que você ama juntamente sob o papel, e depois, empurre levemente tanto o papel quanto o objeto para o lado.
  2. Acenda a vela bem embaixo de você, para que o seu rosto seja iluminado pela luz; então olhe para o espelho e diga o que está escrito no papel. Sem gaguejar, sem as bagunçar, sem pausas, nada. Olhe fixamente para o espelho e fale "Saia". Você deve dizer isso três vezes e gritar na última vez. Se você fizer isso corretamente, o seu reflexo olhará para você com um sorriso insano em seu rosto. Saia rapidamente da sala. Se você não conseguir fugir a tempo, o lado mal consumirá todo o seu corpo.
Ao fim da realização destes passos, você terá dividido a sua metade boa de sua metade má; você nunca mais fará alguma coisa ruim de novo ou que possa prejudicar outra pessoa. Mas atenção, você ainda poderá sentir a presença de sua metade má na forma de um fantasma, sempre te assombrando. 

Haverá momentos em que você presenciará situações estranhas, como portas se abrindo por si mesmas e dores de cabeça que sentirá sempre que entrar no determinado quarto. E, em raras ocasiões, você vai poder ver a sua metade má sorrindo para você, no mesmo quarto em que você dois se separaram.

0 comentários: