Submersa na desgraça


Omayra Sánchez, na foto, tinha 13 anos quando a erupção do vulcão Nevado del Ruiz destruiu a cidade de Armero, na Colômbia, onde ela vivia.

A garota ficou presa na lama, sob os escombros de sua casa e sob os corpos de sua própria família. Depois de muito tempo e esforço para tentar ajudar a sobrevivente, a equipe de resgate concluiu que seria impossível tirá-la de lá ilesa; ela teria que amputar ambas as pernas. Mas a equipe não tinha o material necessário para realizar a cirurgia, e Omayra poderia morrer de infecção. Havia outra opção, que era remover a lama e escombros no qual ela estava submersa, mas a única máquina capaz de fazer isso estava sendo usada por outra equipe, e muito longe dali.

Durante três dias, enquanto a equipe esperava pela máquina ou pelos equipamentos cirúrgicos, Omayra permaneceu consciente e conversando com socorristas e jornalistas ao redor dela, até que finalmente morreu por causa de seus ferimentos ou hipotermia. Esta foi sua última foto.

0 comentários: