A Garota de Gelo


Em uma gelada manhã de dezembro de 1980, um homem abriu a porta dos fundos de sua casa em Lengby, Minnesota, e encontrou Jean Hilliard, sua vizinha de 19 anos de idade, congelada na neve no quintal. O corpo da moça havia sido transformado em um bloco de gelo — totalmente sólido — depois de ficar exposto durante toda a noite a temperaturas abaixo dos -20 °C. Jean foi levada imediatamente ao hospital, e seu estado chocou a equipe que a atendeu.

A garota estava tão seriamente congelada que nenhum de seus membros podiam ser movimentados. Além disso, ela se encontrava tão rígida que os médicos não conseguiam sequer injetar qualquer tipo de medicamento em seu corpo. Seu estado grave a ponto de que, se voltasse à consciência, ela provavelmente apresentaria sérios danos neurológicos e teria as duas pernas amputadas devido à gangrena.

Entretanto, depois de passar algumas horas enrolada em cobertores térmicos, Jean começou a sofrer violentas convulsões, voltando a ficar consciente e, para a total perplexidade dos médicos, sem apresentar qualquer dano cerebral ou físico, apenas alguns sinais de confusão mental. A garota de gelo deixou o hospital 49 dias depois, sem perder uma única unha devido ao grave congelamento, mostrando simplesmente algumas pequenas cicatrizes.

0 comentários: